sexta-feira, 30 de maio de 2014

Ariana Grande e Iggy Azalea são confusão dupla no videoclipe de "Problem"


A subida de Ariana Grande ao estrelato sempre foi um caso curioso para mim. A estrela da Nickelodeon de até então cabelos insuportavelmente vermelhos e voz propositalmente afetada não era exatamente uma das minhas estrelas teen prediletas, ainda mais depois que lançou a "fofíssima" Put Your Hearts Up. Para mim, Ariana era só outra atriz meio-boca que por algum motivo pensou que se daria bem na música também. É claro, isso mudou depois que eu decidi conferir o canal pessoal da moça no YouTube, e... UAU!!! E então veio The Way, algo bem diferente e MIL vezes mais interessante que o single anterior, e que caiu nas graças minhas e do povo. Alcançou o topo do iTunes de cara, e logo em sua primeira semana entrou no top 10 da parada de singles da Billboard. Desde então, a mais nova pequena de voz gigante se mostrou imparável.
Ariana lançou seu primeiro álbum, Yours Truly, ano passado, que rendeu-lhe outros singles como Baby I e Right There, com o Big Sean, e ainda a performance de uma vida no American Music Awards com Tattooed Heart, fora as boas críticas de especialistas do ramo e as vendas consideravelmente boas para o álbum debut de uma artista saída da Nick. Ao longo de todo o ano, a jovem iniciante foi comparada com a elusive Mariah Carey por sua técnica impecável com os famosos whistles, que tanto marcaram a carreira da veterana, e adquiriu uma imagem de garota inocente e fofa.
Praticamente o que são todas as estrelas pop... Até o segundo álbum.


Veio 2014, e com ele Ariana trouxe Problem, seu novo single com a it girl do momento, Iggy Azalea, e que gerou mais bons frutos do que The Way jamais conseguiu. Ao invés de contentar-se com um simples top 10, desta vez ela atacou o pódio do Hot 100. A nova música, diferente do pop retrô 1990 do Yours Truly, pega carona no formato que o pop e o Hip/Hop assumiram no momento, e ao contrário do lirismo apaixonado que a cantora apresentou anteriormente, Problem pode ser definida nesta única e brilhante sentença: There's a million yous baby boy so don't be dumb, I got 99 problems but you won't be one, like wot?
Com todos os preparativos para o segundo álbum em andamento, faltava o mais importante: o videoclipe para o primeiro single. E as expectativas para o primeiro videoclipe de um álbum são altíssimas, afinal, ele abrirá realmente os trabalhos, e com nomes como Ariana Grande, Iggy Azalea e até Big Sean envolvidos (para quem ainda não sabe é ele o homem dos sussurros no refrão), o vídeo tinha de ser algo HUGE. E, após quatro semanas desde que a música foi inicialmente lançada, ele foi liberado e... É só um clipe normal! Rs. Como todos vocês, eu esperava algo bombástico e grandioso, que fosse capaz de abalar as estruturas do pop, como G.U.Y. da Lady Gaga, mas só temos Ariana repetindo a performance que já cansamos de ver, nas roupas que são tão over quanto o penteado dela, a boca sussurrante do Big Sean, e uma Iggy com penteado Adelístico aparecendo brevemente no início e no fim para dar cabo de seus versos. Confira:


Não ficou exatamente ruim, mas não ficou totalmente legal também. Ariana ainda tem muuuuito o que aprender com relação a videoclipes, e a culpa nem é dos diretores desta vez. Eu sinto que ela simplesmente ainda não sabe como se comportar ou se mover na frente de uma câmera neste tipo de gravação, e com coreografia envolvida as coisas ficaram mais superficiais ainda.
Além disso, achei os cortes e a disposição das câmeras no mínimo esquisitos. Como a música é frenética, seria melhor se tudo acontecesse mais rápido e com takes menores, e dispenso comentários a respeito do visual "retrô" do vídeo. Pensei que ela tinha deixado isso para trás no Yours Truly, rs. Mas tudo bem, Ari! Nós te amamos e também te aceitamos em nossos corações. Que venha este segundo e amadurecido álbum, e que ele traga clipes mais marcantes! Mas e aí? Acham que a Ariana não terá problemas em conseguir seu primeiro #1 no Hot 100?

Nenhum comentário:

Postar um comentário