quinta-feira, 22 de maio de 2014

Ouça "Pills N Potions", single de retorno de Nicki Minaj


Nomear a rainha do hip/hop da atualidade é uma coisa bem complicada. Todas as "guetto divas" que surgiram nos últimos cinco anos trouxeram sonoridades e visuais diferentes para a cena e, mesmo em níveis diferentes, impactaram a cultura urban do seu próprio jeito. Nicki Minaj já é uma conhecida do povo. A "Barbie Negra" de perucas malucas e outfits mais estranhos ainda conquistou o mercado pouco tempo atrás com seus dois primeiros álbuns de estúdio: Pink Friday e Pink Friday: Roman Reloaded (incluindo o relançamento The Re Up), da qual extraiu singles de sucesso como Moment 4 Life, com a participação de Drake, Super Bass, Starships e Pound the Alarm.


Com feitos incontáveis em tão pouco tempo, ela merecidamente está à frente de qualquer outra rapper do momento, negra ou branca, e após algum tempo inativa, dando espaço para novos talentos brilharem, finalmente retornou em 2014 com um novo single divisor de águas.
Nos estágios iniciais, Nicki afirmou que o objetivo era resgatar suas raízes em The Pinkprint, o futuro terceiro disco, e é claro que todos esperavam um hino trap ou algo que remetesse às faixas mais rítmicas de seu debut para o primeiro single, e não uma baladinha com um leve toque de hip/hop, mas ainda assim essencialmente pop. A questão é, mesmo sendo produzida pelos hitmakers Dr. Luke e Cirkut, Pills N Potions não deixa de ser a tão prometida evolução que a Barb anteriormente prometera.
Visualmente, Nicki está mais "limpa". Nada de extravagâncias ou suas famosas caretas. E sonoramente, a rapper permite que seu lado mais vulnerável assuma o controle, o que definitivamente não é algo ruim. Algumas das minhas favoritas dela são Marilyn MonroeYoung Forever Right Thru Me, que também trazem essa abordagem mais calma, mas ainda extremamente radiofônica. Então, sim, acredito que ela tenha feito a escolha certa.
Pills N Potions resgatará os fãs que fugiram após a onda dance trazida pelos singles anteriores, e fará aqueles que reviravam os olhos ao som do nome Nicki Minaj a encararem com mais seriedade desta vez. De qualquer forma, é melhor você ouvir e tirar suas próprias conclusões:


Não sei vocês, mas esse vacilou, vacilou, vacilou, vacilou, vacilo-o-ou não vai sair da minha cabeça tão cedo! Hahaha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário